Cooper - A nossa Cooperativa

Cooper News

COOPER NEWS

25/06/2012

OCB - 42 Anos

OCB - 42 Anos

Como já é do conhecimento de todos, 2012 foi decretado pela Organização das Nações Unidas (ONU) como o Ano Internacional das Cooperativas, em reconhecimento à importância do setor para o desenvolvimento do planeta. No mês de junho, o cooperativismo nacional tem mais um motivo para celebrar. A Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) completa 42 anos de atuação em prol dos interesses dessas entidades que detêm o poder de transformar a realidade das famílias e da sociedade em geral.

 

 

Ser referencial do cooperativismo brasileiro, de sua identidade, estimulando a intercooperação e ampliando sua participação socioeconômica. Essa é a missão da OCB, que expressa sua atuação nestes 42 anos. Em seu DNA, está toda a força do setor que, em meio à diversidade, se mostra competitivo, sempre alicerçado na justiça social.

 

Profissionalização é a palavra de ordem que define o resultado da atuação da entidade nestas pouco mais de quatro décadas. “A OCB tem hoje à sua volta cooperativas enquadradas em um modelo empresarial, permitindo sua expansão econômica e sua adequação às exigências do desenvolvimento adotado no mundo”, orgulha-se o presidente da instituição, Márcio Lopes de Freitas. “Nosso objetivo é continuar trabalhando em prol do cooperativismo brasileiro e marcar 2012, também, como um ano de novas conquistas”, complementa o dirigente.

 

Histórico – A Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) é o órgão máximo de representação das cooperativas no país. Foi criada em 1969, durante o IV Congresso Brasileiro de Cooperativismo e oficializada em 1970, com o registro definitivo. A entidade veio substituir a Associação Brasileira de Cooperativas (ABCOOP) e a União Nacional de Cooperativas (Unasco). A unificação foi uma decisão das próprias cooperativas. Entre suas atribuições, a OCB é responsável pela promoção, fomento e defesa do sistema cooperativista, em todas as instâncias políticas e institucionais. É de sua responsabilidade também a preservação e o aprimoramento desse sistema, o incentivo e a orientação das sociedades cooperativas.

 

Fonte: Brasil Cooperativo


Voltar